Emuladores

PCSX2 0.9.6

Enviado por: em 16/12/2009 - 15:01
22499 DownloadsComentar (26)
PCSX2 0.9.6
  • Plataforma: PlayStation 2
  • Tamanho: 16,16 MB
  • Avaliação:
  • SO: Windows XP/98/2000
  • Desenvolvedor: http://pcsx2.net
  • Downloads: 22499
  • Descrição: A versão mais recente e atualizada do melhor emulador de Ps2 existente. Totalmente configurado com bios, memory cards, e todos os plugins necessários, o emulador está pronto para ser usado.
    Possui modo multi-idioma, contendo vários lí­nguas, inclusive a Portugues-Brasileiro.

Comentários (26)

ou comente pelo Facebook
por em 02/01/14 (12:59)
essa porra pega em windows 7 n e
por em 16/09/12 (09:44)
kkkkk bom e facil de comfigurar xD
por em 06/09/12 (16:41)
não pega foi mais q deletado deletadão
por em 13/05/12 (17:11)
melhor emu eo epsx é muito bom velho
por em 24/03/12 (20:08)
Vou testar, eu quero jogar Duel Masters e este emulador parece ser o ideal para o fazer :)
por em 06/02/12 (18:31)
ai eles estão pedindo um plug e para reistalar ele e ñ sei o q fazer?
por em 21/01/12 (16:03)
vamos ver se pega esse emu ae
por em 18/01/12 (13:10)
mais facil ver uma video aula kkkkkkkkkk
por em 06/02/12 (17:53)
vc pode me dar o nome do video????????????
por em 06/01/12 (23:31)
eu arrumei um emulador desse mais quando vo joga o god of war 2 o kratos fica piscando e quando eu jogo naruto ultimate ninja 3 fica muito bugado
por em 19/12/11 (00:48)
por ex:breath of fire dragon quarter
por em 17/12/11 (20:07)
ei gente eu baixei esse emulador e não consigo emular
no meu notbook pq será
por em 11/12/11 (18:30)
com joystick ficou bem melhor
por em 11/12/11 (18:29)
esse foi o unico emu q funcionou no meu pc kkkk
por em 25/11/11 (20:49)
kkkkkkkkkkkkkkk esse cara e muito doido de
escrever um comentario desse tamanho
muito doido msm
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
por em 05/09/11 (20:50)
da pra por joystick?
por em 11/04/11 (17:22)
Exelente emu
por em 15/02/11 (10:19)
TENHO MAIS COISAS PARA FAZER DO Q LER ISSO DAÍ
por em 19/05/11 (10:10)
Verdade kkkkkkkkkkk
por em 10/04/11 (18:43)
kkkkkkkkk
por em 08/01/11 (02:12)
ola apessoa q colocou como configurar o pcsx2 poderia me mandar por email uma versao mas sinples pq eu nao entendi muito bem poderia colocar somente um mode de comficurar muito obrigado meu email é soudoixquema@hotmail.com
por em 05/01/11 (18:17)
Guia oficial de configuração do PCSX2 - Português
Neste guia vou tentar explicar como configurar devidamente o PCSX2 e dar algumas dicas para correr jogos. Aqui estão os passos:

1) Descarrega o novo PCSX2, versão 0.9.6 AQUI
2) Abre o arquivo e extrai o conteúdo para uma pasta (p. ex. C:\PCSX2)
3) Corre o pcsx2.exe situado na pasta onde extraiste os ficheiros.

Para utilizadores de Linux
Obtém os binários a partir DAQUI ou descarrega a fonte através do GoogleCode. Para compilar a partir do código-fonte, segue as instruções na secção "checkout". Depois vai à pasta do PCSX2 na linha de comandos e escreve "sh build.sh all", e todos os plugins, bem como o emulador, são compilados para a pasta "bin".
Precisas de ter os seguintes módulos previamente instalados: gtk2, opengl, libbz2, libjpeg, glew-dev, libxxf86vm-dev, x11proto-xf86vidmodeautomake e autoconf (versão >= 1.9) Nvidia Cg-Toolkit, libasound-dev, joystick.

Os plugins disponíveis para o Linux são: ZeroGS OpenGL, ZeroSPU2, ZeroPad, PeopsSPU2, EFP Iso, EFP Polling e Linuz Iso


Índice
Configuração de Plugins
Configuração do plugin gráfico
Configuração do plugin de som
Configuração do plugin do comando
Configuração do plugin de CDVD
Configuração do plugin Dev9
Configuração do plugin USB
Configuração do plugin Firewire
Configuração da BIOS
Configuração do CPU
Configuração de "Gamefixes"
Configuração de "Speed hacks"
Configurações Avançadas
Configurações Variadas


Configurar o PCSX2


A nova versão VTBL do PCSX2 veio substituir as 2 versões antigas, mas nota que os save states criados na antiga versão VM não são compatíveis com a actual.

Este é o GUI (Graphical User Interface - Interface Gráfica do utilizador) principal do PCSX2. Daqui podes alterar as configurações ou os plugins utilizados pelo PCSX2.

Vai a Configurações =>Configurar para começar a configurar o PCSX2. Vais ver um ecrã como este (carrega para ampliar):



Primeiro deves usar as opções "Seleccionar Directório dos Plugins" e "Seleccionar Directório da Bios" para mudar os directórios a partir dos quais o PCSX2 carrega os plugins e Bios, respectivamente.
Por isso, se não estiveres a usar as directorias por defeito (/plugins e /bios), deves usar estes botões para alterá-los.
Os botões "Configurar", "Testar" e "Acerca" que aparecem debaixo de cada secção de plugin servem, respectivamente, para configurar o plugin seleccionado, testar se o plugin seleccionado funciona (esta função está algo obsoleta dado que a lista de plugins apenas mostra aqueles que irão funcionar) e para ver informações adicionais do plugin seleccionado.

Vamos agora configurar cada um dos plugins:

Gráficos:


Que versão dos pixel shaders e do DirectX é que a tua placa gráfica suporta?

Vê este link (obrigado, Nachbrenner)

Para já, podes usar o plugin ZeroGS v0.97.1, um plugin gráfico que funciona em DirectX 9, que necessita de uma placa gráfica que suporte pixel shaders 2 para funcionar.

O GSdx v0.1.14 é um plugin feito pelo Gabest, que funciona em DirectX 9 ou DirectX 10. Ultimamente este plugin tem vindo a ser bastante melhorado, quer em termos de qualidade de imagem, quer a nível de velocidade. No entanto, para além de também precisar de uma placa gráfica que suporte pixel shaders 2, precisa de um processador que suporte SSE2. Adicionalmente, para ser utilizado no modo DX10, precisa de um computador com Windows Vista instalado e uma placa gráfica compatível com DirectX 10.

Ambos os plugins estão incluídos na distribuição do PCSX2 0.9.6.

Selecciona GSdx v0.1.14 e carrega no botão "Configurar".

Em primeiro lugar, o GSdx traz 3 versões, que são a SSE2, SSSE3 e SSE4. Utiliza as versões mais elevadas apenas SE o teu processador suportá-las. Quanto maior a versão, melhor o desempenho, mas mais recente tem que ser o processador para poderes usá-la. Se a versão não for compatível com o processador, irá estar sempre a crashar.
CPUs que suportam SSE2: Vê aqui
CPUs que suportam SSSE3: Vê aqui
CPUs qus suportam SSE4: Intel Core 2 Duo da série Penryn, ou seja, os modelos E7xxx e E8xxx para dual-cores e o modelo Q9xxx para quad-cores

Para usares o modo DirectX 10, tens que utilizar o Windows Vista com uma placa gráfica compatível com DirectX10 (vê o link anterior)

Resolução: Neste menu podes escolher "Windowed" se quiseres que o GSdx corra numa janela, ou escolher a resolução/taxa de refrescamento que queres usar para o modo de ecrã inteiro.

Renderer: Aqui podes escolher qual o motor gráfico em uso.

Se escolheres "Direct3D9 (Hardware)", o GSdx vai usar as capacidades Direct3D da tua placa gráfica, aumentando significativamente a velocidade do emulador.

Se escolheres "Direct3D10 (Hardware)" (apenas seleccionável no Windows Vista com uma placa gráfica compatível com DX10), o GSdx vai usar o modo Direct3D10, que geralmente é mais rápido e mais compatível. Altamente recomendado se for suportado pelo teu sistema.

Se escolheres "Direct3D9 (software)", o GSdx vai usar o seu motor gráfico incorporado, que funciona em modo de software. Este modo não usa a placa gráfica, mas sim o processador. Por esse motivo, a velocidade de emulação é muito reduzida mas a compatibilidade é a melhor. Recomendado se encontrares problemas gráficos com o processamento em Direct3D.

Se escolheres "Direct3D9 (null)","Null (software)" ou "Null (null)" o plugin não vai processar nada, ou seja, não vai mostrar nada no ecrã. Usa este modo apenas se, por exemplo, queres ouvir alguma música, dado que neste modo obténs um aumento de velocidade dramático.

Shader: Aqui podes escolher entre 2 opções, e se a tua placa gráfica não suportar algum dos modelos, eles não aparecem na lista de escolha:

Pixel Shader 2.0: Usa os Pixel Shaders v2.0, melhorando os gráficos

Pixel Shader 3.0: Usa os Pixel Shaders v3.0, melhorando os gráficos. Altamente recomendado para quem tenha placas gráficas que suportem pixel shaders 3. Rápido e compatível

Nota: Quando estiveres a usar o modo Direct3D10, esta opção vai estar indisponível, dado que neste modo o GSdx está a utilizar os Pixel Shaders 4, que não podem ser alterados

Interlacing: Aqui podes escolher entre "None" e 6 outros modos, que são utilizados para remover o "tremelicar" do ecrã.
Dentro dos parentesis podes ver que tipo de efeito e possivelmente que desvantagem (p. ex. como a nota "metade dos FPS" no modo blend) é que cada um destes modos tem.
Podes percorrer cada um dos modos enquanto corres um jogo carregando na tecla F5.

Aspect Ratio (F6): Podes escolher "stretch" para esticar o ecrã para te livrares das bordas pretas, 4:3 para um ecrã normal e 16:9 para um ecrã comprido (widescreen).
Também podes percorrê-las enquanto corres um jogo carregando na tecla F6.

D3D internal res: Aqui podes especificar a resolução exacta a que queres que o teu jogo corra!
Deste modo, se o teu computador é suficientemente poderoso (sobretudo a tua placa gráfica), podes jogar os teus jogos favoritos da ps2 em resoluções mais elevadas, com os gráficos mais nítidos e detalhados.
Nota que quanto maior a resolução, mais recursos terá o plugin que usar, diminuindo o desempenho do emulador.

Native: Se seleccionares esta opção, o plugin irá trabalhar na resolução nativa da ps2 (ou seja, neste caso a opção D3D internal res fica indisponível, pois já está escolhida a definição nativa)

SW rend. threads: Esta opção está apenas disponível quando se escolhe um método de processamento por software. Aqui podes especificar quantas threads o GSdx vai usar no seu processamento por software, de forma a aproveitar todos os cores que o teu processador tem. P. ex., coloca "3" para processadores quad-core. Aumenta imenso a velocidade em processadores multi-core para processamento por software com mais de 2 cores.

NLOOP 0 hack: Esta opção resolve probelmas com o jogo Final Fantasy X. É um hack muito específico e deve APENAS ser usado com o Final Fantasy X.
Também podes defini-lo no terceiro estado (seleccionado a cinzento), em que será o plugin a decidir quando é que o hack é necessário ou não e activá-lo/desactivá-lo consoante o necessário.

Enable tv-out: Selecciona esta opção para permitires a saída de TV. Se a tua placa gráfica tiver um cabo de TV ligado, a janela do GSdx9 é mostrada na TV.

Texture filtering: Quando seleccionado, tudo no ecrã (quer o 2D, quer o 3D) é filtrado, suavizando a imagem e melhorando na generalidade o visual. Quando acinzentando, o filtro só é aplicado ao 3D. Nota que esta opção pode causar problemas gráficos e aumentar o uso da tua placa gráfica.

Movie Capture: Esta é uma opção escondida (). Se carregares em F12 enquanto corres o PCSX2 com o GSdx, aparece uma caixa de diálogo. No primeiro campo tens que indicar a pasta onde o vídeo capturado vai ser guardado, bem como o tipo de ficheiro. No segundo campo podes escolher um codec de compressão como o DivX ou então o modo "Uncompressed", que não comprime o vídeo. Se escolheres um codec de compressão, podes alterar as suas definições carregando no botão "Config". Nota que apenas estão disponíveis os codecs já instalados no teu PC.
Carrega novamente em F12 em qualquer altura para parar de capturar o vídeo. O vídeo produzido é automaticamente colocado à velocidade normal da ps2, para que possas vê-lo como merece ser visto

Carrega em "Ok" para guardares as alterações ou em "Cancel" para voltares para a janela principal de configuração

Selecciona o plugin ZeroGS v0.97.1 e carrega no botão "Configurar".

O plugin ZeroGS é um plugin novo, em DirectX 9, desenvolvido pelo ZeroFrog e é direccionado apenas a placas gráficas modernas que suportem pixel shaders 2.0 ou superior. Como já fiz notar, se a placa gráfica não suportar este modo, irá aparecer uma mensagem a dizer "Erro ao abrir o plugin gráfico" e o PCSX2 encerra. Este plugin traz duas versões, uma normal e uma SSE2. Usa a versão SSE2 sempre que possível, mas apenas SE o teu processador suportá-la (Pentium 4/Core Duo ou Athlon64/FX, e mais recentes), dado que esta versão é mais rápida

Interlance Enable: Quando esta opção está activa, alguns probelmas de interlacing são resolvidos (nomeadamente, o "tremelicar" do ecrã;), apesar de alguns jogos tenham uma melhor imagem com esta opção desactivada. Podes activá-la ou desactivá-la enquanto corres um jogo usando a tecla "F5".

Bilinear Filtering: Quando esta opção está activa, o plugin filtra a imagem, suavizando as pontas. Geralmente esta opção reduz dramaticamente o FPS, a não ser que possuas uma placa gráfica muito potente. Podes activar ou desactivar esta opção enquanto corres um jogo carregando em "shift" e ao mesmo tempo em "F5". Há 2 tipos de filtro bilinear: normal bf e forced bf. Por vezes os jogos dizem ao plugin para processar texturas em modo de pontos, e não em modo linear. No modo normal bf, o ZeroGS "ouve" os jogos. No modo forced bf, o plugin processa todas as texturas com o filtro bilinear. O modo forced bf pode, por isso, ter probelmas a processar as margens das texturas em alguns jogos, por isso tem atenção. Ainda assim, para a maioria dos casos o modo forced bf produz gráficos mais suaves.

Anti-aliasing: Aqui podes escolher o nível de anti-aliasing que pretendes que o plugin use, para que as pontas pareçam mais suaves. Podes percorrer os modos de anti-aliasing enquanto corres um jogo utilizando a tecla "F6". Nota que modos mais altos podem reduzir a velocidade do emulador.

None: Não usa anti-aliasing
2x: Usa anti-aliasing 2X
4x: Usa anti-aliasing 4X
8x: Usa anti-aliasing 8X
16x: Usa anti-aliasing 16X

Wireframe rendering: Quando seleccionado, o plugin apenas irá mostrar as linhas dos gráficos (modo wireframe), por isso apenas vês as linhas dos polígonos aqui e acolá
Podes activar ou desactivar este modo enquanto corres um jogo carregando em "shift" e ao mesmo tempo em "F6".

Capture avi: Podes capturar um vídeo do teu jogo tal como no plugin GSdx. Carrega em "F7" e aparece uma janela de selecção de codec. De momento apenas podes usar XviD, dado que os restantes codecs crasham o plugin. Depois de o seleccionares, podes configurar o codec carregando no botão "configure". Carrega em "ok" e a gravação começa. Carrega novamente em "F7" para terminares a gravação. O vídeo é guardado na pasta raíz do PCSX2 com o nome "zerogs.avi".

Save snapshots as BMPs(default is JPG): Se esta opção estiver activa, as capturas de ecrã que tirares com a tecla "F8" são guardadas no formato BMP e não em JPG, que é o formato padrão. As capturas que tirares com "F8" estão localizadas na pasta /snaps do teu directório do pcsx2.

Fullscreen: Com esta opção activa o plugin usa o modo de ecrã inteiro em vez de uma janela. Se estiver desactivado e estiveres a correr um jogo, podes carregar em "alt" e ao mesmo tempo em "enter" para entrares no modo de ecrã inteiro.

Widescreen: Alguns jogos suportam o modo de ecrã comprido (widescreen). Se seleccionares esta opção, o plugin ZeroGS vai automaticamente escalar a janela em formato 16:9.

Default Window Size: Podes determinar qual o tamanho da janela que o ZeroGS tem quando o corres. As opções são várias resoluções para as quais a tua janela é dimensionada. Escolhe a que mais gostares, pois esta opção não afecta a velocidade do emulador.

Podes carregar na tecla "shift" e ao mesmo tempo em "F7" para alternar entre a amostragem (ou não) de FPS na janela do emulador.

Opções avançadas do ZeroGS

O ZeroGS tem algumas opções extra para alterar as suas configurações. Por vezes os jogos usam o Sintetizador Gráfico de formas inesperadas, e por isso é impossível ao plugin prever exactamente como emular o vídeo. Algumas opções podem converter um jogo de um ecrã cheio de lixo a correr a 2 FPS para o aspecto gráfico exacto do jogo, tal como numa ps2, a 60 FPS.

Se uma combinação de opções específica funcionar bem com um jogo em particular, podes guardar essa combinação no ficheiro "patch" do jogo para que as opções entrem em vigor de cada vez que o jogo é carregado. Isto é útil quando queres que as opções apenas sejam activadas num jogo em concreto e não nos restantes.

Cada combinação de opções no ZeroGS tem um id único. Para verificares qual o ID, vai até à caixa de diálogo de configuração do ZeroGS, activa as opções que pretendes e então carreega no botão Compute OR of IDS. Anota o número que surgiu e abre o ficheiro "pnach" respeitante ao jogo (geralmente é o ficheiro ".pnach"). De seguida, adiciona a linha zerogs=xxx, (onde diz xxx deves colocar o número que anotaste).

Som:




SPU2-X


O melhor e mais recente plugin, pelo menos na altura em que este guia foi escrito. Inicialmente baseado no plugin SPU2 do Gigaherz, foi modificado por Jake Stine (Air) da equipa PCSX2.
Este é o único plugin SPU2 que suporta processamento de efeitos (como reverberação) e Dobly, desde que a tua placa de som suporte esta função.
Interpolation: Aqui podes escolher uma de três opções:
1)Nearest: Nenhuma interpolação é feita neste modo, sendo por isso o modo mais rápido
2)Linear: Esta é a opção recomendada, faz uma interpolação linear no som
3)Cubic: Outro tipo de interpolação, não funciona bem neste momento, por isso não deve ser usada

Disable effects processing: Se escolheres esta opção não serão processados certos efeitos sonoros como a reverberação, o que diminui a qualidade sonora mas aumenta a velocidade.

Module: Aqui podes escolher uma de quatro opções, que são diferentes métodos de saída do som:
1)No sound: Não produz som (silencioso) resultando na melhor velocidade
2)X Audio 2: Este é o método recomendado, no entanto funciona melhor no Vista, por isso os utilizadores do XP podem tentar a próxima opção se esta não funcionar bem
3)DirectSound: Possivelmente um pouco pior que o X Audio 2, utiliza este modo se no teu caso funcionar melhor
4)Wave out: Modo não recomendado, os dois anteriores modos devem ser sempre melhores

Latency: Quanto mais pequeno o valor, menor o atraso no som. Nota que uma latência demasiado baixa VAI causar distorções no som, por isso muda os valores até encontrares o valor mais baixo que funcione no teu jogo sem causar distorções.

Disable Time-Stretching: Se escolhido, desactiva a opção "Esticar tempo" que mantém o audio e o vídeo sincronizados, mas também pode ajudar a eliminar distorções sonoras e outros problemas. Para além disso, é ligeiramente mais rápido se desactivado

Disable audio expansion: A caixa de diálogo da configuração diz para que é que esta opção serve.

Use a Winamp DSP plugin: Se não sabes o que isto é, não mexas

ZeroSPU2


Plugin SPU2 desenvolvido pelo zerofrog. O plugin tem algumas características únicas:
O ZeroSPU2 vai sincronizar-se sempre com o jogo, por isso o som nunca acelera ou abranda em relação à velocidade do jogo. Não temporizar o som com exactidão faz com que certos jogos bloqueiem.
O ZeroSPU2 tem um modo de "escala temporal", que abranda a saída do som quando o jogo também está lento. Sem esta capacidade, o som vai estar constantemente a ser cortado por não haver pacotes suficientes. Outros plugins SPU2 limitam-se a pedir mais pacotes ao jogo, o que pode fazer com que o jogo bloqueie. Para activares esta opção, vai para a caixa de diálogo de configuração do ZeroSPU2 e selecciona esta opção. Este modo funciona melhor no Windows, mas também está implementado em Linux.
Audio/video recording - Quando o plugin vídeo ZeroGS está a ser usado com o plugin ZeroSPU2, é possível gravar vídeos com som. Abre a caixa de diálogo de configuração e selecciona a opção "Recording".
Mute: Desliga o som, resultando num pouco mais de velocidade

PeopsSPU2


O PEOPS SPU2 é um plugin SPU2 robusto que tem vindo a ser bastante melhorado nos últimos tempos. Alguns jogos funcionam melhor com este plugin do que com o ZeroSPU2 e vice-versa, por isso escolhe o que te soar melhor em cada jogo
O Pete poupou-me trabalho e incluiu uma descrição detalhada de cada opção do seu plugin no ficheiro readme, por isso lê esse ficheiro para configurares este plugin como deve ser





Primeiro Comando/Segundo Comando:


Aqui podes usar dois plugins, o SSSPSX Pad v1.7.0 (feito pela equipa do PCSX2) e o PadwinKeyb v0.9.0

Selecciona SSSPSX Pad v1.7.0 e carrega no botão "Configurar".



Vais ver uma janela como esta (carrega para ampliar):




O campo do segundo comando está totalmente obsoleto, dado que agora podes configurar ambos os plugins carregando em "configurar" com qualquer dos plugins seleccionados no campo Primeiro Comando ou Segundo Comando

Carrega em Configurar para começares a configurar o plugin SSSPSX Pad:
Aqui basta carregares no nome da cada botão e pressionar a tecla que queres associar ao botão. Se quiseres limpar uma associação, podes carregar no botão e esperar que o "Timeout: " chegue a 0. Nesse caso, o botão fica novamente sem nenhuma tecla associada.

Carrega nas tabs PAD1/PAD2 no canto superior esquerdo para alternares entre a configuração do primeiro ou segundo comando (não precisas de fazê-lo da janela principal de configuração)

O plugin SSSPSX Pad suporta controlo analógico. Podes associar os eixos analógicos nos botões "LX,LY,RX,RY". LX é para o Eixo-X analógico esquerdo,LY é para o Eixo-Y analógico esquerdo, RX é para o Eixo-X analógico direito e RY é para o Eixo-Y analógico direito

Os botões R3 e L3 são os botões no comando analógico do comando ps2, sendo o R para a direita e o L para a esquerda.

Selecciona Lilypad v0.9.9 e carrega no botão "Configurar".


Vais ver uma janela como esta (carrega para ampliares):



O Lilypad é um plugin de controlo bastante avançado, com suporte a comandos, ratos, teclados e comandos da Xbox 360. Também inclui uns hacks muito úteis para a PCSX2, como o hack ESC ou a opção "Disable Screensaver" (desactivar protecção de ecrã;).

Para uma descrição detalhada sobre o que faz cada opção e de como configurar devidamente este plugin, visita o tópico oficial do plugin AQUI. Também podes obter a versão mais recente a partir daí ou através da secção de downloads de plugins do site


Cdvdrom:


Aqui podes escolher que plugin será responsável pela leitura dos teus CDs/DVDs ou imagens. Por defeito, o PCSX2 inclui os plugins EFP Iso CDVD v0.6.0,Linuzappz Iso CDVD v0.5.0,EFP Polling CDVD v0.4.0,CDVDnull v0.6.0 e PEOPS CDVD v1.2.0.
Nota: Plugins mais antigos como o CDVDbin ou o CDVDdraft NÃO funcionam com a versão v0.9 do PCSX2 dado estarem desactualizados

Escolhe EFP Iso CDVD v0.6.0 e carrega em "Configurar"

Aqui podes carregar no botão "Browse" para pré-seleccionares uma imagem que o emulador corre automaticamente. Se colocares alguma imagem, podes corrê-la usando a opção "Correr=>Executar" ou a opção "Ficheiro=>Executar CD", com a diferença que com o "Correr=>Executar" vais ver o BIOS no início e só então correr o jogo (tal como na PS2) e com o "Ficheiro=>Executar CD" o emulador passa o bios à frente e corre o jogo de imediato.

Show configure screen when starting emulation: Quando seleccionado, o ecrã de configuração do plugin aparece sempre que escolheres a opção "Ficheiro=>Executar CD" ou "Correr=>Executar", de forma a que possas escolher a imagem que pretendes correr. Se nada estiver seleccionado, o plugin corre a imagem que estiver pré-seleccionada.

Show configure screen when restarting emulation: O mesmo da opção acima, mas quando reinicias a emulação.

Get from Disc: Esta opção abre uma nova janela onde podes criar uma imagem ISO a partir do teu disco PS2.

Source CD/DVD Device: Indica aqui a letra da unidade onde se encontra o disco do PS2 a partir do qual queres criar a imagem ISO.

Iso file: Indica a localização e o nome do ficheiro ISO de destino (ou carrega em "browse" escolhe uma localização)

New file compression: Podes escolher um método de comressão para a tua nova imagem ISO. Se escolheres "no compression", a imagem não é comprimida. Compressões com a anotação "for speed" são mais rápidas mas levam a imagens maiores e compressões com a anotação "for size" são mais lentas mas criam ficheiros de imagem mais pequenos.

Multiple files(all under 2GB): Selecciona esta opção se quiseres que o ficheiro de imagem seja dividido em múltiplos ficheiros que terão menos de 2GB cada um. Muito útil se não tiveres uma partição no sistema de ficheiros NTFS que suporte ficheiros grandes ou quando queres dividir uma imagem por questões de armazenamento.

Finalmente, carrega em "make file" para criares a imagem no local e com o nome que escolheste

Convert: Esta opção permite-te comprimir e descomprimir imagens.
Na nova caixa de diálogo, escolhe a imagem que queres modificar.
De seguida, escolhe o tipo de compressão (ou "uncompressed" para descomprimir) que pretendes e carrega em "Change file". A opção "Multiple files" faz o mesmo que a opção descrita mais acima.

Escolhe Linuz Iso CDVD v0.8.0 e carrega em "Configurar".

Este plugin tem a capacidade de comprimir as imagens para poupar espaço em disco para além de corres as imagens no emulador.

Carrega em "Select Iso" para escolheres a imagem que queres correr/comprimir. Assim que tiveres escolhido uma imagem, podes fechar a janela de configuração para corrê-la tal como no plugin CDVDbin ou carregar em "Compress Iso" para comprimir a imagem. Se tiveres escolhido uma imagem já comprimida também podes escolher "Decompress Iso" para descomprimi-la.

Em "Compression Method" podes escolher ".Z - compress faster", que comprime mais depressa mas leva a um ficheiro maior, ou ".BZ - compress better", que comprime devagar mas resulta num ficheiro mais pequeno.

Em "Options" podes escolher "Enable Block Dump=>'block.dump'". Quando escolhida, esta opção cria um ficheiro "block.dump" na pasta raíz do PCSX2 (onde está o executável pcsx2.exe) relativo ao jogo que correste. Este ficheiro é como um iso pequeno, que é sobretudo utilizado para resolver erros. O ficheiro armazena os sectores que foram lidos durante a execução do jogo que estiveste a correr, para que seja possível correr o jogo através desse ficheiro (usando a opção "select iso" do plugin Linuzappz Iso CDVD) sem qualquer imagem, CD ou DVD. Nota que se o jogo tentar ler um sector que não esteja incluído no ficheiro, vai obviamente deixar de responder.

Carrega em "Ok" para guardar as alterações

Escolhe EFP Polling CDVD v0.4.0 e carrega em "Configurar".


Este plugin é bastante simples de configurar. Basta colocares a letra da unidade onde está o jogo da ps2 e está feito. Nota: este plugin NÃO suporta jogos da ps2 em CD, só podes correr jogos DVD neste plugin

CDVDnull v0.6.0


Este é um plugin Null, tal como o plugin de som SPU2null, o que significa que não faz nada. Deves usar este plugin se quiseres correr demos (usando "Ficheiro=>Abrir ficheiro ELF") ou se quiseres correr apenas a bios (através de "Correr=>Executar"). Por razões óbvias, este plugin não tem configurações disponíveis

Escolhe PEOPS CDVD v1.3.0 e carrega em "Configurar".

Eu estava para não colocar aqui a configuração deste plugin, dado que o Pete tem tudo documentado, mas parece que já ninguém lê a documentação...

Interface: Aqui podes escolher entre "Win9x/ME - ASPI scsi commands" ou "W2K/XP IOCTL scsi commands". Conforme indicado, a primeira opção é para o Windows 9x ou Millenium e a segunda é para o Windows 2000 ou o XP. Se a opção indicada para o teu sistema operativo não funcionar (p. ex. o emulador encrava mal escolhes "correr cd" ou aparece uma mensagem a dizer "erro ao abrir o plugin cdvd") usa a outra opção. Se nenhuma delas funcionar, tenta instalar uma camada ASPI, tal como a do adaptec. Sim, é assim tão simples!

Drive: Escolhe a letra da unidade onde o jogo ps2 está. O plugin auto-detecta as unidades de cd/dvd-rom.

Caching mode: Aqui podes escolher como é que o plugin armazena temporariamente as leituras que faz. Cada opção tem uma descrição bastante simples e completa ao seu lado, por isso não deves ter probelmas a escolheres o que queres. Para assegurar a melhor compatibilidade, recomendo que uses a opção "Read Ahead-fast,reads more sectors at once".

Try to limit speed: Quando seleccionado, o plugin tenta limitar a velocidade do leitor ao valor que especificares na caixa do lado direito desta opção. É de salientar, no entanto, que esta opção não é suportada por todos os leitores. Não deves activá-la a não ser que tenhas algum problema estranho com a velocidade de leitura.

Don't wait until drive is ready: Não espera até que o leitor esteja pronto, se tiveres algum problema a usar este plugin activa esta opção a ver se ajuda

Check tray state: É preferível não activares...

Try again on reading error.Retry count(1-10): Quando activa, esta opção força o plugin a tentar ler novamente os sectores que tenham dado erro. Deixar esta opção activada não causa problemas, por isso para jogares pelo seguro deixa esta opção activada com um valor normal como 5 (como está por defeito)

Show message box on reading error: Quando seleccionado, sempre que há um um erro de leitura aparece uma caixa a avisar. Podes seleccionar esta opção para ter a certeza que não houve erros ou, no caso de haver, para aumentares o valor de tentativas de leitura a ver se se consegue ler o sector que dá erro.

Escolhe Gigaherz's CDVD v0.7.0 e carrega em "Configurar".

Configurar este plugin é bastante simples, basta seleccionares a letra da unidade a partir da qual o plugin deve ler o disco. De seguida, o plugin corre o teu jogo PS2 directamente do CD/DVD que tiveres inserido no leitor

Este é o único plugin que, pelo menos parcialmente, suporta mudança de disco. Se tiveres problemas em jogos que tenham mais que um disco, tenta usar este plugin!

Dev9:


Aqui estão os plugins que tratam do HDD (disco duro) e da emulação da rede. Há dois plugins incluidos no pacote PCSX2, o Dev9null v0.3.0, outro plugin Null que faz exactamente o mesmo que os outros (ou seja, nada) e o Dev9 Giga-raziel que emula parcialmente a rede do PS2 (a emulação de discos duros ainda está indisponível).
Também há um plugin Dev9 mais recente a ser desenvolvido pelo NHerve, o plugin MegaDev9. Este plugin ainda está nos estádios iniciais de desenvolvimento mas é muito promissor. Por agora, o plugin emula parcialmente o disco duro da ps2. Podes obtê-lo aqui.

Usb:


Aqui estão os plugins que tratam da emulação USB(Universal Serial Bus). O pacote PCSX2 inclui o plugin USB Null v0.4 (outro que nada faz) e o plugin Qemu USB driver v0.1.0, feito pelo Gigaherz.
No USB Null carrega em "Configurar" para entrares num menu com uma opção "Enable Logging", que activa/desactiva o registo. Esta opção é usada apenas pelos desenvolvedores do código.
O plugin Qemu USB driver foi criado para funcionar com o modo online do jogo Monster Hunter, por isso não vai funcionar com praticamente mais nada. Dado que emula um pouco mais que o plugin null, pode ajudar um pouco na compatibilidade de certos jogos se o usares.

Firewire:


Aqui estão os plugins que tratam da porta Firewire da PS2. Apenas o plugin FWnull v0.4.0 é incluído com o pacote PCSX2. Não há mais nenhum plugin Firewire disponível, nem mesmo em desenvolvimento.
O FWnull v0.4 é outro plugin Null. Carrega em "Configurar" para entrares num menu com uma opção "Enable Logging", que activa/desactiva o registo. Esta opção é usada apenas pelos desenvolvedores do código.

BIOS(Basic Input Output System)


Nesta caixa de selecção encontras as imagems da BIOS que tiveres posto na pasta de bios que escolheste. Nota que o único método LEGAL de obter a bios é extraindo-a da TUA PRÓPRIA PS2. NÃO perguntes onde podes obter a bios nos fórums PCSX2, porque é contra as regras. Tal deve-se ao facto da BIOS da PS2 ser copyright da Sony, o que significa que a sua distribuição é ilegal, ou seja, poderiamos ter problemas se se soubesse que estavamos a disponibilizar às pessoas cópias ilegais da bios. Podes verificar se a tua imagem da BIOS é ou não válida conferindo se aparece um caractere de percentagem (%) ao lado do nome na caixa de selecção da bios, na janela principal de configuração. Caso apareça, a tua imagem da BIOS NÃO é válida. Se a imagem nem sequer aparecer na lista, apesar de estar colocada na pasta da bios, também não é válida.

Atenção: É recomendado que tenhas os ficheiros da BIOS mais recentes que o SCPH-10000.bin. Provavelmente és capaz de correr a bios e jogos sem teres esses ficheiros, mas há sempre a hipótese de que a sua falta afecte de algum modo a compatibilidade. Os ficheiros em causa são o rom1.bin, rom2.bin, erom.bin e um ficheiro SCPH-XXXXX.nvm, onde XXXXX é a versão da tua bios (p. ex. SCPH-34004.nvm). Este último ficheiro também pode ser criado a partir do PCSX2 depois de configurares a tua bios (indicares o fuso horário, linguagem, etc) mas é melhor se extraires este ficheiro directamente da tua ps2. Uma vez mais, NÃO PERGUNTES onde podes obter estes ficheiros, visto que também fazem parte da BIOS.

Aqui fica uma explicação, dada pelo auMatt, sobre o que estes ficheiros fazem:

auMatt Wrote:
Basicamente, o primeiro modelo japonês da ps2 tinha uma única bios. O leitor de dvd e afins eram instalados no cartão de memória.
As ps2 seguintes já tinham o software do leitor de dvd instalado num ROM separado (EROM) que estava encriptado.
O ROM1 é uma parte adicional da BIOS que contém coisas extra tal como id's para a versão do leitor de DVD, etc.
O ROM2 é sensivelmente o mesmo, mas acho que só existe nas PS2 chinesas.
Espero que isto ajude.

Está já disponível um novo extractor de Bios que consegue extrair, para além da Bios, os ficheiros ROM1, ROM2, EROM e NVM. Podes obtê-lo AQUI

Nota: Para a melhor compatibilidade, recomendo que uses uma imagem da BIOS que não seja a SCPH10000.BIN, que é a mais antiga. Isto porque com esta BIOS existem problemas na emulação do cartão de memória e outras incompatibilidades.

Como extrair a bios da tua PS2: Visita o site PS2Dev e lê o tópico sobre o assunto AQUI

Neste momento já deves ter configurado todos os plugins do PCSX2

Configurações da CPU


De seguida vamos configurar o CPU, cujas opções podem ser encontradas em "Configurar =>Cpu". Vais ver uma janela como esta (varia dependendo do teu CPU, carrega para ampliares):


Primeiro vê a informação sobre o teu processador que é automaticamente detectada pelo PCSX2:
Fabricante do CPU: Mostra o fabricante do teu CPU(AMD ou Intel)
Família: A família a que o teu processador pertence
Velocidade do CPU: A velocidade real do teu processador
Capacidades: Mostra as capacidades do teu processador. As capacidades são muito importantes pois são usadas pelo PCSX2 para obter melhoria de desempenho. Se não tiveres algumas, não podes escolher certas opções

A seguir há muitas caixas que podes (ou não) seleccionar.
"EErec - Recompilador EE/IOP": Quando esta opção está seleccionada, o recompilador da Emotion Engine da ps2 é activado, aumentando colossalmente a velocidade. É extremamente compatível, por isso deves usá-lo sempre, no entanto este modo NÃO funciona em processadores que não tenham MMX ou SSE. Desmarca esta opção para usares o modo "Interpretar", que é muito, muito lento, mas em alguns casos mais compatível.

"VU0rec": Selecciona esta opção para activares o recompilador para a unidade VU0. Com esta opção activada obténs maior velocidade de emulação, mas há o risco de alguma perda de compatibilidade, por isso activa ou desactiva a opção consoante o jogo que estejas a correr. Nota que este modo não funciona bem em processadores que não suportem SSE2

"VU1rec": Selecciona esta opção para activares o recompilador para a unidade VU1. Com este modo obténs um aumento significativo no desempenho, mas também pode reduzir a compatibilidade em alguns jogos (apesar de geralmente funcionar bem). Nota que este modo não funciona bem em processadores que não suportem SSE2

"Multi-threaded GS mode(MTGS)": Esta opção aumenta bastante o desempenho em CPUs dual core ou com hyper-threading. No entanto, este modo pode reduzir a compatibilidade e tens que reiniciar o PCSX2 depois de o activares. Usa-o apenas com processadores dual core ou hyper-threading.

"Modo Dual Core (DC)": Mais uma opção que aumenta a velocidade apenas em CPUs dual core e apenas se o modo MTGS estiver activo. Este modo é experimental, por isso também pode reduzir a compatibilidade.

"Limitador de Frame (FL)": Existem novas opções quanto ao limite e salto de frames
"Normal": Os frames não são limitados, tal como indica na descrição. A emulação decorre à máxima velocidade, sendo apenas limitada pela capacidade do teu processador (limitador de frames desactivado)
"Limitar": O bom e velho limitador de frames. Com esta opção seleccionada, a velocidade do jogo é limitada para 50 FPS em jogos PAL e 60 FPS em jogos NTSC. Nota que por vezes a região de um jogo pode ser mal detectada pelo emulador, o que faz com que esta opção não funcione correctamente.
"Saltar Frames": Vê a descrição incluída
"Saltar VU": Vê a descrição incluída, pode causar problemas
Detailed Settings: Nesta secção, utilizadores mais avançados podem alterar o modo como funciona o salto de frames. A descrição de cada opção está incluída no GUI. Se não entenderes as opções, coloca-as todas com o valor "0".

Game fixes



Neste menu tens acesso a acertos especiais para alguns jogos em cuja emulação é necessário efectuar algo diferente. Nota que a equipa PCSX2 não tem qualquer intenção de manter estes acertos para jogos específicos. Estes apenas estão disponíveis temporariamente até que seja corrijido o problema que impede a emulação normal dos jogos em questão.

FPU Compare hack: Este acerto é necessário devido ao alcance limitado de números de ponto flutuante definidos pelo standard IEEE, cujas normas não são seguidas pelo PS2. Activa este acerto apenas para o jogo 'Digimon Rumble Arena 2'.

VU Add/Sub hack: Este acerto também é necessário porque a PS2 não segue o referido standard IEEE.
Activa-o apenas para os jogos 'Star Ocean 3','Valkyrie Profile 2' e 'Radiata Stories'.

Speed Hacks



A nova versão do PCSX2 traz alguns hacks que podes usar para aumentar a velocidade de emulação. Toma em atenção que todos estes hacks reduzem a compatibilidade, causam problemas, crashes e todo o tipo de comportamento inesperado, por isso usa-os com cuidado. Nota também que estes hacks afectam apenas certos jogos, por isso podes não retirar nenhum benefício em usá-los, dependendo do jogo que estejas a correr.

Emotion Engine Sync Hacks: Estes hacks aumentam o tempo que uma operação emulada leva, por forma a que essa operação seja mais leve e simples de efectuar no teu CPU. Qualquer valor para além daquele por defeito pode causar problemas, impedindo que os jogos corram, tornando-os aparentemente mais lentos ou fazendo com que saltem frames.


Default Cycle Rate: Esta é a opção por defeito. Selecciona este modo se não quiseres usar este hack.
Use x1.5 Cycle rate: Aumento moderado de velocidade, pequena perda de compatibilidade.
Use x2 Cycle rate: Aumento elevado de velocidade, perda moderada de compatibilidade. Também pode causar quebras no som de certos vídeos.
Use x3 Cycle rate: Aumento muito elevado de velocidade, perda elevada de compatibilidade. Neste modo a maioria dos jogos não vai funcionar, vai causar quebras no som dos vídeos e leva até que o contador de FPS apresente valores errados.


INTC Sync hack: Este hack altera a forma como os jogos se comportam quando se encontram em "idle", ou seja, quando não se encontram a utilizar o processador. Em vez de deixar o jogo correr o ciclo que é executado quando não há processamentos a efectuar, o emulador salta todo esse ciclo, continuando a partir daí.
Pode levar a grandes aumentos de velocidade, mas só funciona com alguns (poucos) jogos. No entanto é um hack muito seguro, não tendo praticamente nenhum problema de compatibilidade

Enable IOP x2 Cycle rate: O mesmo que o hack para o Emotion Engine, mas para o IOP. Aumenta um pouco a velocidade mas diminui a compatibilidade.

WaitCycles Sync hack: Este hack diminui a sincronização habitualmente apertada entre o EE e o IOP. Pode ajudar em termos de velocidade, mas também pode levar a que alguns jogos não funcionem.

Escape hack: Não é um verdadeiro hack. Torna possível voltar à janela principal enquanto corres um jogo em modo de ecrã inteiro quando carregas na tecla ESC.


Configurações Avançadas


Esta secção tem uma ampla variedade de opções avançadas para utilizador experientes que sabem o que estão a fazer. NÃO mudes nenhuma opção se não souberes o que estás a fazer.
Para melhor compatibilidade, coloca o modo "EERec Clamp" em "Full" e o modo "VURec Clamp" em "Extra+Preserve Sign".
Opções EErec:
Round mode: Altera o modo como o arredondamento dos pontos flutuantes é calculado. Se o teu jogo encrava em algum lado, tenta alterar este valor.
Clamp mode: Quanto mais à esquerda a opção, mais leita é. Por isso, "None" é o modo mais rápido mas menos compatível e "Full" é o mais lento mais também mais compatível.
Se tiveres polígonos pontiagudos ou má geometria, tenta alterar esta opção para "extra" ou "full". Nota: o modo "Full" apenas trabalha devidamente quando a opção "VUrecs clamp está no modo "Extra+Preserve Sign".
Flush to Zero: Pode dar um pequeno aumento de velocidade mas diminui a compatibilidade.
Denormals are Zero: Oferece um bom aumento de velocidade e não deve causar qualquer problema.

Opções VUrec:
Round mode: O mesmo que no EERec
Clamp mode: Quanto mais à esquerda a opção, mais leita é. Por isso, "None" é o modo mais rápido mas menos compatível e "Extra+Preserve Sign" é o mais lento mais também mais compatível.
Se tiveres polígonos pontiagudos ou má geometria, tenta alterar esta opção para "Extra+Preserve Sign".
Flush to Zero: Pode dar um pequeno aumento de velocidade mas diminui a compatibilidade.
Denormals are Zero: Oferece um bom aumento de velocidade e não deve causar qualquer problema.

Botão Defaults: Coloca todas as opções avançadas nos seus valores por defeito, que é a configuração mais apropriada para a maioria dos jogos (balançada entre velocidade e compatibilidade).


Opções variadas


Vou agora descrever o que fazem o resto das opções:
Ficheiro=>Executar CD/DVD: Se carregares aqui o emulador vai correr a imagem que tiveres escolhido no plugin CDVD ou pedir-te que escolhas uma imagem se não tiveres já colocado uma na configuração do plugin CDVD. Se estiveres a usar o plugin PEOPS CDVD ou o EFP Polling, esta opção vai correr automaticamente o CD/DVD da unidade seleccionada.
Nota que esta opção passa à frente a introdução da BIOS e corre o jogo de imediato.

Ficheiro => Abrir ficheiro ELF: Podes usar esta opção para correr demos que estão quase sempre no formato .elf.
Para além disso, se te estiver a aparecer uma mensagem do tipo "Não é um jogo da PS2" quando tentas correr um jogo, podes usar esta opção para contornar este problema. Carrega nesta opção e pesquisa no CD/DVD do teu jogo até encontrares (geralmente no directório raíz do CD/DVD) um ficheiro com o nome do tipo SLUS_XXX.XX ou SLES_XXX.XX, onde XXX.XX corresponde a um número que varia de jogo para jogo. Quando encontrares o ficheiro, selecciona-o e. A maioria das vezes este método contorna o problema

Ficheiro =>Estados =>Carregar/Guardar/Outro: Aqui podes carregar/guardar estados depois de teres carregado em ESC para regressares à janela principal do PCSX2 enquanto corres um jogo. Se escolheres "Outro", podes indicar um nome de ficheiro específico, diferente daquele que o PCSX2 usa por defeito. NÃO é recomendado que carregues estados desta forma. Em vez disso, podes (e deves) gravar/carregar estados carregando em F1 para gravar, F3 para carregar ou F2 para mudar a posição enquanto estás a correr o jogo.

Ficheiro =>Sair: Sai do emulador

Correr =>Executar: Com este comando podes correr apenas a BIOS que escolheste na configuração. Se tiveres seleccionado um plugin CDVD que não o CDVDnull, ou te aparece uma janela para escolheres um ficheiro de imagem a carregar (basta carregares em "Cancelar" para correres a bios), ou aparece uma mensagem de erro com o texto "Erro ao abrir o plugin CDVD" se estiveres a usar o plugin PEOPS CDVD ou o EFP Polling. Nesse caso, tens que alterar o plugin para correres a bios.
Este comando pode também ser usado para continuar a emulação se a tiveres interrompido por teres carregado em ESC.

Correr =>Reset: Reinicia a emulação

Correr =>Prioridade do Processo: Neste menu podes escolher entre Normal, Elevado ou Baixo, dependendo da prioridade que queres que o PCSX2 tenha na fila de espera do teu processador. Quanto maior a prioridade, mais tempo o processador dedica ao emulador, deixando o resto dos programas que tiveres a correr mais tempo na fila de espera. Por esse motivo, colocar em Elevado pode causar problemas, sendo recomendado que deixes ficar em Normal. A opção já seleccionada é a opção que estiver activa na altura.

Configuração =>
Configurar: Abre a janela de configuração de plugins
Gráficos/Controlos/Som/Cdvdrom/Dev9/USB/Firewire: Abre a janela de configuração para o plugin seleccionado (respectivamente, (gráficos/comando/som/cdvdrom/dev9/usb/firewire)
Cartões de memória: Abre o gestor de cartões de memória.

Se marcares ou desmarcares a caixa acima de um cartão de memória podes activar ou desactivar o cartão associado.
Enable NTFS compression: Se activares ou desactivares esta opção podes permitir (ou não permitir) que o Windows comprima a pasta dos teus cartões de memória. Activar esta opção indica ao Windows para comprimir automaticamente a tua pasta dos cartões de memória para poupar espaço em disco. Se estiveres a usar uma antiga versão do Windows, Linux, ou se o disco duro que estiveres a utilizar não estiver formatado no sistema de ficheiros NTFS, desactiva esta opção.
Eject Memcards when loading save states: A descrição está no GUI, é recomendado que esteja activada

Cpu: Abre o painel de configuração do CPU, do qual já falamos
Patches: Abre o gestor de patches. O gestor lê todos os ficheiros .pnach (os teus patches) no directório /patches do PCSX2. Aqui podes criar, editar ou simplesmente ver os patches.

Idioma =>*Insere aqui a linguagem*: Muda a linguagem do PCSX2. A linguagem que estiver seleccionada é a que está actualmente activa

Diversos =>
Explorador de patchs: Novo sistema de patches experimental, ainda não está concluído por isso não o uses

Localizador de Patchs: Novo sistema de patches experimental, ainda não está concluído por isso não o uses

Activar Consola: Esta opção activa/desactiva uma segunda janela que aparece atrás do PCSX2 e é sobretudo usada para análise de erros. Nessa janela aparecem várias mensagens que te podem ajudar a identificar um problema, ou então a explicar o que está a ser feito enquanto jogas um jogo. Recomendado apenas para utilizadores avançados. Nota que se fechares a consola, o emulador também encerra.

Activar Patchs: Esta opção activa/desactiva os patches do jogo. Os patches são sobretudo usados para saltar vídeos que não são ainda bem emulados e podem dar erros. Patches mais avançados podem também melhorar a compatibilidade, mas não podem ser criados por utilizadores normais.

Ajuda =>Sobre: A janela "sobre". Aqui podes ver quem criou os emuladores, bem como alguns agradecimentos.
Ajuda =>Lista de compatibilidade: Abre a lista de compatibilidade incluída, onde podes procurar e ver se um jogo é suportado, e até que ponto.

Se ainda tiveres problemas em usar o emulador, por favor coloca a tua questão nos fórums PCSX2 AQUI depois de leres cuidadosamente as regras

Topo

E já está! Espero que este guia seja útil a todas as pessoas que se iniciaram há pouco tempo no PCSX2 e também a alguns membros que queiram mexericar nas opções para melhorarem a compatibilidade em jogos.

Obrigado ao Gigahertz por me indicar como fazer o índice funcionar com o Firefox
Muito obrigado ao meu amigo Regulus pelo fundo, o script dos smilies e pela sua ajuda
Obrigado ao Razor Blade por arranjar as bordas das imagens
Obrigado ao crushtest por me indicar alguns problemas com o Firefox e pelas suas sugestões
Obrigado ao Nachbrenner pelas suas sugestões e adições
Obrigado ao Falcon4ever por me chatear para validar o XHTML
por em 23/11/11 (15:36)
caçete pego quase toda a tela mais e um otimo guia
por em 13/12/10 (22:38)
Eu estou vendo a video aula e depois vou baixar.
Você podia postar a versão texture?
<< anterior1 | 2

Comentários do Facebook

Talvez você também queira tentar estes outros emuladores de PlayStation 2: